Vinicius Barros
Vinicius Barros

Chuva causa transbordamento de córregos e deixa regiões de SP sem luz

Região oeste era a mais afetada, segundo a Eletropaulo, pela falta de iluminação; previsão é de que instabilidade se mantenha na madrugada desta sexta

Júlia Marques, O Estado de S. Paulo

07 Abril 2017 | 00h23
Atualizado 07 Abril 2017 | 04h29

A chuva que atinge a capital paulista na madrugada desta sexta-feira, 7, causou o transbordamento de córregos e deixou ruas sem luz. As áreas mais afetadas pela falta de iluminação, segundo a Eletropaulo, ficam na zona oeste, mas a companhia não sabia precisar até as 0h20 desta sexta a magnitude do problema. 

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura de São Paulo, por causa das chuvas intensas que caíam sobre a cidade desde o início da tarde, toda a capital paulista estava em estado de atenção para alagamentos na noite de quinta e madrugada de sexta. 

Nas prefeituras regionais do Ipiranga, na zona sul, Itaquera, Vila Prudente e Aricanduva, na zona leste, e Casa Verde, na zona norte, foi emitido alerta por causa do transbordamento de oito cursos d'água. Os córregos do Oratório, Ipiranga, Aricanduva, Perus, Mandaqui e Ribeirão Verde extravasaram. Os Rio Tietê e o Rio Verde também transbordaram. 

O Corpo de Bombeiros atendia 18 chamados para ocorrências de inundações e alagamentos na cidade e no ABC paulista. Não há relatos de vítimas. 

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informava que cinco vias estavam interditadas na madrugada desta sexta por causa dos alagamentos: a Praça da Bandeira, na região central, a Avenida Professor Luiz Ignácio Anhaia Mello, próximo à estação de Metrô Vila Prudente, a Avenida Aricanduva no cruzamento com a Itaquera, na zona leste, e a Avenida das Nações Unidas, sob a Ponte Engenheiro Roberto Rossi Zuccolo, na zona oeste. A CET orienta que os motoristas evitem estes locais. 

Moradores da zona oeste enfrentavam falta de luz desde a noite desta quinta. Segundo a Eletropaulo, ruas de alguns bairros na região foram afetadas, mas a companhia ainda investigava as causas do problema. Equipes foram deslocadas para tentar reativar o fornecimento de energia elétrica, mas, às 0h20 desta sexta, ainda não havia previsão de quando a luz voltaria.

Previsão. Segundo a CGE, a frente fria continua atuando sobre o leste paulista. Imagens de radar meteorológico mostravam chuva forte no início da madrugada com pontos moderados em toda a cidade. A previsão é de que as precipitações continuem nas próximas horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.