Chuva causa terceiro maior congestionamento do ano em SP

Às 9h30, CET chegou a registrar 150 quilômetros de lentidão; aeroportos da capital paulista operam com auxílio de instrumentos

Ricardo Valota e Solange Spigliatti, do estadão.com.br,

19 de maio de 2010 | 08h15

SÃO PAULO - Os congestionamentos começam a baixar em São Paulo após uma manhã de chuvas. Às 11h05, a CET registrava 84 quilômetros de lentidão.  Às 9h30, a cidade chegou a registrar 150 quilômetros de congestionamentos, o terceiro maior congestionamento do ano para o período da manhã na capital paulista.

 

Segundo a CET, o recorde congestionamento este ano ocorreu também às 9h30, no dia 25 de fevereiro, chegando a 163 quilômetros, também por conta de pequenos acidentes e devido às chuvas, que deixam as pistas escorregadias, obrigando os motoristas a diminuírem a velocidade.

 

Veja também:

link Greve de ônibus afeta 1,3 milhão de pessoas em Guarulhos e Arujá

link Chuva provoca bloqueios na BR-101 e na BR-282 em SC

blog Acompanhe a situação do trânsito em SP

 

O trânsito começou a complicar logo cedo, por volta das 6h30, quando obras na faixa da direita da pista expressa da Marginal do Pinheiros pararam o trânsito na região. A faixa está canalizada para obra de recapeamento de asfalto perto da Ponte Cidade Jardim, sentido Castelo Branco, e deveria ter sido liberada por volta das 5h. O atraso no liberamento da pista travou o trânsito no local e complicou o trânsito nesta manhã.

 

Alagamentos

 

A chuva também provocou a formação de 10 pontos de alagamentos, todos transitáveis, até as 11 horas, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). Além disso, por conta do risco de inundações, toda a cidade ficou em estado de atenção, por cerca de meia hora, no período das 9h32 às 10h08, segundo o CGE.

 

Os trechos alagados estão na Avenida Rio Branco, com Rua General Osório; Avenida General Olímpio da Silveira, com Rua Conselheiro Brotero; Rua Guaianases, com General Osório; Avenida Rangel Pestana, junto à Rua Gomes Cardim; Avenida Ordem e Progresso, perto da Rua José Szakall; Marginal do Tietê, sentido Castelo, pista expressa, próximo à Ponte da Vila Guilherme; Marginal do Tietê, sentido Castelo, na transposição da pista local para a expressa, depois da Ponte das Bandeiras; Marginal do Tietê, perto da Ponte da Rodovia Presidente Dutra; Avenida Rubem Berta, junto à Rua Agostinho Rodrigues Filho, e Rua Barra do Tibaji.

 

Aeroportos

 

Os dois principais aeroportos paulistas operam com auxílio de instrumentos - quando o piloto necessita da ajuda de equipamentos para alinhar a aeronave com a pista - na manhã desta quarta-feira, 19, em razão do mau tempo que atinge a Grande São Paulo.

 

De acordo com informações da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), até as 11 horas, no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos, nove das 71 operações programadas atrasaram mais de meia hora (12,7%) e duas foram canceladas (2,8%).

 

Já no Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista, dos 80 voos previstos no terminal, 13 atrasaram (16,3%) e um foi suspenso (1,3%).

 

 

Texto atualizado às 11h15.

Tudo o que sabemos sobre:
trânsito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.