Departamento de Estradas de Rodagem de São Paulo/Divulgação
Departamento de Estradas de Rodagem de São Paulo/Divulgação

Chuvas causam deslizamentos e interdição nas rodovias Mogi-Bertioga e Anchieta

Estrada Mogi-Bertioga já estava bloqueada desde quarta-feira, 11, após uma pedra de 250 toneladas deslizar

Isabela Palhares e José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

15 Abril 2018 | 15h34

SÃO PAULO - As chuvas deste domingo, 15, provocaram um novo deslizamento de pedras na rodovia Dom Paulino Rolim Loureiro (SP-098), conhecida como Mogi-Bertioga. Equipes que trabalhavam no local tiveram de paralisar os serviços porque a lama e a grande quantidade de água impediam o funcionamento das retroescavadeiras e caminhões. 

Segundo o Departamento de Estradas e Rodagem (DER), o deslizamentos de novos pedras já era previsto em caso de chuva. A estrada está bloqueada desde quarta-feira, 11, quando uma rocha de 250 toneladas se depositou no meio da pista. Ainda não há previsão de reabertura.

O departamento informou que as equipes estão fazendo o trabalho de remoção da terra e da vegetação que se encontram atrás do muro de contenção na altura do km 89, em Bertioga.  Os serviços foram suspensos na tarde deste domingo e serão retomados quando parar de chover no local. 

+ Fechada há nove dias, Mogi-Bertioga não tem data para ser reaberta

Interdição.A rodovia continua completamente interditada para o tráfego no trecho que vai do Km 69 ao Km 98. O desvio no sentido São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba deve ser realizado pelas rodovias dos Tamoios (SP 099) e Oswaldo Cruz (SP 125). Já para os condutores que trafegam para Guarujá e Bertioga, o Departamento orienta seguir pela via Anchieta (SP 150) / Rodovia dos Imigrantes (SP 160).

Essa é a quarta vez que a rodovia sofre interdição devido a deslizamentos este ano. A queda desta quarta-feira ocorreu no mesmo local de um dos deslizamentos do mês anterior.

Anchieta. A chuva também provocou um deslizamento de terra na pista norte, sentido São Paulo, da rodovia Anchieta, na tarde deste domingo. A interdição causou congestionamento na rodovia dos Imigrantes, sentido capital, que passou a receber um fluxo maior de tráfego. Havia três quilômetros de fila, com o trânsito parado, do km 61 ao km 58. O Sistema Anchieta-Imigrantes é a principal via de ligação entre a capital paulista e a Baixada Santista.

A interligação entre as rodovias Anchieta e Imigrantes também foi bloqueada por causa da chuva e da neblina, o que levou o congestionamento a atingir a rodovia Padre Manoel da Nóbrega, no acesso à Imigrantes, no início da serra. Para melhorar o tráfego, foi adotada a Operação Subida, com seis pistas no sentido da capital – as pistas norte e sul da Imigrantes.

A descida era realizada somente pela pista sul da Anchieta. De manhã, a pista sul da Anchieta já havia sido bloqueada por uma queda de barreira, mas o tráfego foi liberado no início da tarde. Nos dois deslizamentos, nenhum carro foi atingido e não houve feridos.

Às 17h30, a pista norte da Anchieta continuava bloqueada no trecho em que ocorreu o deslizamento para a remoção da barreira e trabalhos de contenção da encostra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.