Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Chuva causa lentidão no trânsito e deixa capital em estado de atenção

Congestionamento em São Paulo estava acima da média às 18h; previsão é que temperaturas diminuam na sexta-feira

O Estado de S. Paulo

13 de novembro de 2014 | 17h08

Atualizado às 23h45

SÃO PAULO - A chuva que caiu forte durante cerca de duas horas na capital paulista, na tarde desta quinta-feira, 13, causou alagamentos e complicou o trânsito. O temporal começou por volta das 16 horas nas zonas norte e oeste e se estendeu para todas as regiões da cidade. O Butantã, na zona oeste, registrou o maior volume de chuva, 32 milímetros.

Às 18 horas, embora a precipitação fosse fraca, dois alagamentos intransitáveis e um transitável causaram congestionamento na Marginal do Pinheiros, os três no sentido da Rodovia Castelo Branco. Outro ponto de alagamento foi registrado na Rua Alvarenga, no Butantã.


Nesse horário, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrou 219 quilômetros de lentidão na cidade, índice acima da média (cerca de 130 km). Mesmo às 20 horas, o congestionamento permanecia acima do normal, com 154 km de engarrafamento. O Metrô também foi afetado. As Linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 5-Lilás operaram em velocidade reduzida no fim da tarde.

O radar meteorológico de São Roque detectava, às 17h30, grandes áreas de chuva forte em toda a região entre a Grande São Paulo, Bragança Paulista e a região de São José dos Campos. As áreas de chuva forte avançaram também pelo Vale do Paraíba. O aeroporto de Taubaté, no interior, chegou a registrar granizo às 17h22.

Em Osasco, na Grande São Paulo, moradores relataram ter ficado ilhados em suas casas, principalmente no bairro Rochdale e Jardim Recanto das Rosas. A Rua Mario Quintana, por exemplo, ficou tomada pela água, praticamente intransitável para carros.

Também choveu no Sistema Cantareira, mas foram pancadas inconstantes, que não deveriam alterar o volume da represa. Chuvas fortes devem retornar ao Estado apenas no fim da próxima semana.

Motivo. Daniele Lima, meteorologista da Climatempo, informou que a chuva foi resultado da associação entre o calor, que chegou a 29°C, com uma frente fria vinda do Sul.

Nesta sexta, “a frente fria vai para o Rio e para o Espírito Santo. Teremos queda de temperatura e chuva fraca em São Paulo”, afirma. O predomínio será de tempo fechado com períodos de chuviscos. A temperatura cai e tem mínima prevista de 17°C e máxima de 22°C. O fim de semana deve se manter assim.

Protesto. Cerca de 100 pessoas bloquearam, por volta das 19h30, a Radial Leste, na altura da Estação Tatuapé do Metrô, na zona leste, para protestar contra a falta de água. 

O ato foi organizado pela Frente Independente Popular (FIP), Unidade Vermelha e Base Popular. A Polícia Militar acompanhou a manifestação durante todo o trajeto até a Praça da Sé, no centro, onde os participantes encerraram o protesto pacificamente. 




Tudo o que sabemos sobre:
ChuvaEstado de atençãoalagamentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.