JB Neto/AE
JB Neto/AE

Chuva causa duas mortes por soterramento na Grande São Paulo

Vítimas eram de São Bernardo e Itapecerica da Serra; em Cotia e na zona sul também houve deslizamentos

Daniela do Canto e Ricardo Valota, do estadao.com.br,

20 Janeiro 2010 | 07h18

A chuva da noite de terça-feira, 19, causou pelo menos duas mortes por soterramento na Grande São Paulo. A aposentada Dalva Teixeira Lima, de 70 anos, morreu em Itapecerica da Serra e uma menina identificada apenas como Sara, de 10 anos, também morreu, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. O corpo da criança foi retirado de dentro do barraco onde ela morava por volta das 4 horas. Já o corpo da aposentada permanecia soterrado até o início da manhã desta quarta-feira, 20.

 

Os bombeiros tiveram de interditar o acesso à Passagem da Biquinha, na Favela da Biquinha, Vila São José, onde morava Sara. Segundo a corporação, ainda há riscos de deslizamentos no local. Todos os moradores das imediações tiveram de deixar as suas casas. Sara foi soterrada por volta das 22 horas.

 

Menos de duas horas antes, o deslizamento de uma barreira provocou a morte de Dalva, na Rua Celso Capellosi, no Parque Paraíso, próximo à região central de Itapecerica da Serra. A encosta atrás da casa onde a aposentada morava caiu no momento em que ela passava roupas em um dos cômodos. Naquela hora, três netos da vítima, de 2, 7 e 13 anos estavam no local.

 

Ao ouvir o barulho do deslizamento, a aposentada gritou, ordenando que as crianças corressem para fora de casa. Entretanto, ela não conseguiu escapar. A terra derrubou uma das paredes e o teto do cômodo, que caíram sobre a vítima. Dalva teve o corpo soterrado até o pescoço.

 

Logo após o acidente, os bombeiros foram ao local, mas não retiraram o corpo da vítima devido ao risco de novos desmoronamentos. Eles voltaram à residência no início da madrugada, mas tiveram de interromper os trabalhos por volta das 3h30 por causa de uma chuva forte que voltou a atingir o local.

 

Em Cotia, também na Grande São Paulo, um deslizamento de terra sobre uma casa na Rua Urupês, no Jardim Nova Coimbra, no final da noite da terça-feira, não deixou vítimas. Por volta das 4 horas da quarta-feira, 20, o Corpo de Bombeiros foi acionado sobre um desmoronamento na altura do número 10.000 da Estrada do M'Boi Mirim, na zona sul da capital. O acidente também não deixou vítimas.

 

 

Atenção

 

O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura decretou estado de atenção em toda a cidade de São Paulo na noite da terça feira: às 19h40 na zona sul e Marginal do Pinheiros, às 20 horas na zona leste e na sudeste e às 20h10 no Centro e nas zonas Oeste, Norte e na Marginal do Tietê. O estado de atenção terminou apenas às 23h45. Entre as 21h30 e as 23h45, a Subprefeitura de Ipiranga, na zona sul, decretou estado de alerta em razão do extravasamento do córrego Ribeirão dos Meninos.

 

Conforme o CGE, a manhã desta quarta-feira começou com variação de nebulosidade e chuviscos em pontos isolados da capital. Durante o dia, o sol deve aparecer e favorecer a elevação das temperaturas. À tarde retornam as pancadas de chuva, que se estendem pelo período da noite. As máximas hoje chegam aos 31ºC. Segundo o CGE, na quinta-feira, 21, a chegada de uma frente fria deixa o tempo com muita nebulosidade pela manhã e chuvas no decorrer do dia. As temperaturas variam entre 19ºC e 28ºC.

 

 

Estradas

 

A chuva também causou problemas em diversas estradas de São Paulo. A pista central da Rodovia Anchieta, em ambos os sentidos, chegou a ser totalmente bloqueada em razão da lama que se acumulou na via após o transbordamento do córrego Ribeirão dos Couros, no quilômetro 13, em São Bernardo do Campo, no ABC. Durante a interdição, que terminou por volta das 3 horas, o tráfego fluiu apenas pelas pistas laterais.

 

Na Rodovia Régis Bittencourt, a pista sentido São Paulo ficou parcialmente interditada até perto das 3 horas em razão de um acidente entre um veículo de passeio e um caminhão na altura do quilômetro 517, entre Cajati e Barra do Turvo, no Vale do Ribeira. Não houve feridos graves.

 

Neste momento, a queda de uma barreira bloqueia ambos os sentidos e o acostamento da pista sentido São Bernardo do Campo da Rodovia Índio Tibiriçá (SP-31) no quilômetro 48,3, em Ribeirão Pires. O tráfego é desviado pelo acostamento da pista sentido Suzano.

 

Texto atualizado às 11:47

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.