Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Chuva causa alagamentos e queda de árvores na capital paulista

Pontos de acúmulo de água foram registrados em bairros como Vila Maria, Sé e Pinheiros; Também há previsão de chuva para a terça-feira, 20

Da redação, O Estado de S.Paulo

19 de outubro de 2020 | 21h49

Pancadas de chuva que atingiram a cidade de São Paulo na tarde desta segunda-feira, 19, colocaram várias regiões da capital em estado de atenção para alagamentos, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura de São Paulo.

Às 20h, conforme o CGE, ainda há três pontos de alagamento ativos na cidade. Um deles é na Zona Oeste, na Avenida Santo Amaro (Pinheiros), sentido Bairro/Centro, que está intransitável. Os outros dois, que estão transitáveis, são na Zona Leste, um na Avenida Celso Garcia (Mooca) sentido Centro/Bairro e o outro na Rua Dr. Luiz Ayres (Penha) sentido Bairro/Centro. 

Durante a tarde desta segunda também foram registrados pontos de alagamento na Vila Maria/Vila Guilherme, na Sé e em Pinheiros.

Veja as regiões que ficaram em estado de atenção para alagamentos:

  • Zona Oeste, das 16h40 às 18h37
  • Zona Sudeste, das 15h56 às 18h37
  • Centro, das 15h56 às 18h37
  • Zona Leste, das 15h22 às 18h37
  • Zona Norte, das 15h22 às 18h37
  • Marginal Tietê, das 15h22 às 18h37

De acordo com o Corpo de Bombeiros da capital, até às 18h05, a cidade recebeu 10 chamados para queda de árvores, em bairros como Tremembé, Casa Verde e Vila Maria, além de um para desmoronamento e desabamentos em Arujá e 14 para enchentes e alagamentos em Santana, Tucuruvi, Osasco e Barueri. Na Vila Maria, uma árvore caiu sobre uma residência às 16h29 e ninguém ficou ferido.  

Meteorologistas do CGE explicam que a chuva com forte intensidade desta segunda é uma “combinação de calor e entrada da brisa marítima”. Nas próximas horas, regiões da cidade seguem com chuvas, perdendo força e não há mais condição para precipitações fortes.

Já na terça-feira, 20, a previsão é de sol entre muitas nuvens, mas com sensação de tempo abafado. As mínimas oscilam em torno dos 18°C, enquanto as máximas não devem superar os 28°C. “No final da tarde a propagação de áreas de instabilidade provoca pancadas de chuva, associadas com raios e rajadas de vento na capital paulista”, informou o CGE.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.