Chuva causa 22 pontos de alagamento e interrompe trens

Na capital e na Grande SP, temporal interrompeu tráfego da Linha 10 (Turquesa) por quase 2 horas

Fabiana Marchezi e Fábio Michel, Central de Notícias

23 Fevereiro 2009 | 17h26

A forte chuva que atingiu a capital paulista na tarde desta segunda-feira, 23, provocou pelo menos 22 pontos de alagamento, todos transitáveis, dos quais 13 ainda estão ativos. O temporal também interrompeu a circulação de trens na Linha 10 (Turquesa) da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que liga as estações Luz e Rio Grande da Serra, por quase duas horas.    Veja também:  Galeria: fotos dos alagamentos em SP   Às 17h20, o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura informou que a chuva já havia diminuído e suspendeu todos os pontos que estavam em estado de atenção. Segundo o CGE, a chuva foi provocada por áreas de instabilidade causadas pela aproximação de uma frente fria.   De acordo com a assessoria de imprensa da CPTM, os trens, que ligam as estações Luz e Rio Grande da Serra, ficaram parados devido ao alagamento de três vias, entre 15h e 16h45, quando a situação começou a ser normalizada.   Segundo dados do CGE, os bairros atingidos foram Aricanduva/Vila Formosa (quatro pontos de alagamento), Butantã (um), Ipiranga (dois), Lapa (dois), Mooca (dois), Penha (um), Santana (um), Sé (oito) e Vila Prudente (um).   A região mais afetada pela chuva foi a central, próxima à Sé, mas o nível de água baixou em seis dos oito alagamento. As regiões que continuam alagadas são a praça Quatorze Bis, desde às 15h46, e o Viaduto Trinta e Um de Março, no sentido Lapa/ Penha, desde às 17h22.   Nos bairros de Aricanduva e Vila Formosa quatro pontos continuam alagados. Na avenida Aricanduva, há alagamento na altura no número 1.374, em ambas as pistas; na pista expressa próxima a rua Santo Isidoro; e na via próxima a Rua Tumucumaque. O quarto ponto de alagamento na região ocorre no viaduto Presidente Arthur da Costa e Silva (Minhocão) no sentido Lapa/ Penha. Apesar do problema, o Minhocão está transitável.   Na Grande São Paulo, a chuva atingiu principalmente o município de São Caetano, onde foram registradas várias quedas de árvores. As cidades de Santo André e Mauá também foram atingidas, mas com menos intensidade.   O Corpo de Bombeiros de São Paulo foi acionado para socorrer pessoas ilhadas nas avenidas Aricanduva e Luis Ignacio de Anhaia Melo, na zona leste. Todos foram resgatados e passam bem. (Com Yolanda Fordelone, da Agência Estado)  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.