Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Chuva atinge capital paulista e moradores comemoram

Centro de Gerenciamento de Emergências registra chuva de baixa intensidade, o que não impede que moradores se surpreendam

O Estado de S. Paulo

31 de outubro de 2014 | 22h11

SÃO PAULO - A capital paulista registrou noite desta sexta-feira, 31, chuva na zona norte e na zona oeste. Embora na Casa Verde, Freguesia do Ó, Limão e Pirituba a precipitação parecesse forte, o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) informou que a chuva era de baixa intensidade e não deveria perdurar pela madrugada. Os bairros da Lapa e Pinheiros também registravam chuva às 21h30. A área com maior instabilidade era Sorocaba.

Após tanto tempo sem ver chuva, no entanto, algumas pessoas comemoraram os pingos. "Meu irmão relata que paulistanos estão aplaudindo a chuva em um bar na Paulista", afirmou um usuário do Twitter. "Paulistanos aplaudem a chuva na região da Praça Roosevelt", informou outro. Ainda outra pessoa brincou: "Nossa, que som estranho é este lá fora? Ah, é chuva. Saudades de você, Dona Chuva".

O mês de outubro, que se encerra nesta sexta-feira, 31, e marca o início do período chuvoso, foi o mais seco em 84 anos do Sistema Cantareira, batendo o recorde de julho deste ano.

Por causa da entrada da umidade, as temperaturas na capital baixaram mais de 10°C em algumas regiões da cidade nesta sexta-feira, passando de 35°C a 23ºC. Esta era a marcação na maioria das estações meteorológicas às 21h30. Em Parelheiros, na zona sul e Pirituba, na zona norte, observava-se 19ºC.

Previsão. Os próximos dias indicam o retorno das chuvas generalizadas na capital paulista, com volumes mais elevados a partir de segunda-feira, inclusive na região dos reservatórios do Sistema Cantareira.

Neste sábado, o dia começa com sol entre poucas nuvens, mas a quantidade de nuvens aumenta durante a tarde. A temperatura máxima já não sobe tanto e deve ficar em torno dos 31ºC. Os percentuais de umidade relativa do ar estarão mais elevados e oscilam entre 45% e 85%. Áreas de instabilidade provocam chuvas na forma de pancadas no período da tarde e noite.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.