WERTHER SANTANA/ESTADÃO
WERTHER SANTANA/ESTADÃO

Chuva provoca queda de árvores e bloqueio de vias em SP

Capital paulista amanheceu sob estado de atenção para alagamentos, causando ainda congestionamentos e desabamentos; o fornecimento de energia em algumas regiões também foi prejudicado

Igor Moraes, Jéssica Otoboni e Renata Okumura, O Estado de S.Paulo

26 de fevereiro de 2019 | 03h59
Atualizado 26 de fevereiro de 2019 | 15h41

SÃO PAULO - A queda de uma árvore bloqueia a pista local da Marginal do Tietê, no sentido da rodovia Ayrton Senna, próximo à Ponte Júlio de Mesquita Neto, na tarde desta terça-feira, 26. O motorista deve evitar a região.

Choveu forte na capital paulista na tarde desta terça. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), toda a cidade ficou em estado de atenção das 13h25 até as 14h57. 

Durante a manhã, a situação permaneceu bastante caótica. O temporal de madrugada deixou a capital em estado de atenção e vários pontos de alagamentos transitáveis e intrasitáveis foram registrados ao longo do dia. Confira a situação agora

A Climatempo aponta para a possibilidade de chuva a qualquer hora na capital paulista nesta terça. A previsão é de mínima de 21°C e máxima de 27°C.

Por volta das 15h desta terça-feira, uma árvore caiu em cima de um veículo na Alameda Santos com a Rua Augusta, na Bela Vista, e deixou um homem ferido.

Pela manhã, uma árvore de grande porte caiu na Rua Dr. Veiga Filho, no bairro de Higienópolis, no centro da capital paulista e bloqueou a via. A queda assustou moradores de um prédio em frente ao local do acidente. Mesmo com a interdição da Defesa Civil, alguns pedestres ainda passavam pela calçada esburacada. Outra ocorrência foi registrada na Rua Traipú, no Pacaembu, na zona oeste.

A Defesa Civil também fez alerta sobre o temporal que atingiu a capital paulista.

O Corpo de Bombeiros informou que até o início da tarde de terça-feira recebeu 411 pedidos devido a queda de árvores.  Durante a madrugada também foram registrados pedidos para desabamentos, desmoronamentos e enchentes na Grande SP e Região Metropolitana. Levando em consideração o período da zero hora e às 15h desta terça-feira são: 244 chamadas para quedas de árvores na Região Metropolitana de SP.

Um dos desabamentos foi registrado na Travessa Eugênio Hostos, no Sapopemba, na zona leste da cidade. 3 viaturas foram para o local. Ninguém ficou ferido. A corporação também informou que um homem de 35 anos foi encaminhado ao pronto-socorro da Santa Casa de Santo Amaro, na zona sul, vítima de afogamento em represa na região do Itaim Bibi. O estado de saúde é grave.

Congestionamento. No trânsito, por volta das 15h, o motorista enfrentava congestionamento na Marginal do Tietê, no sentido da Ayrton Senna, da Ponte Velha Fepasa até a Ponte Júlio de Mesquita Neto, em reflexo de árvore que caiu na região. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), são registrados 32 km de lentidão. De manhã, o índice chegou a 148 km de congestionamento

No Aeroporto Internacional de Guarulhos, desde a meia-noite, das 96 chegadas previstas, 28 atrasaram. Segundo a GRU Airport, das 59 partidas, 15 atrasaram. O aeroporto de Congonhas opera normalmente.

Os temporais também prejudicaram o fornecimento de energia em algumas regiões da capital paulista. Segundo a Enel Distribuição São Paulo, as fortes rajadas de vento e as chuvas com granizo atingiram toda a área de concessão da distribuidora. As zonas leste e norte foram as mais prejudicadas. A companhia disse que estava trabalhando para restabelecer o serviço.

Clima

A semana será marcada por tempo instável e chuvoso na Grande São Paulo e capital em razão da passagem de uma frente fria e atuação de áreas de baixa pressão atmosférica, de acordo com informações do CGE. São esperados elevados volumes de chuva, o que aumenta o potencial para a formação de alagamentos, transbordamento de rios e córregos e deslizamentos de encostas em áreas de risco. 

Queda de laje

Um casal de idosos foi resgatado na madrugada desta terça por equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (Samu) após a queda de uma laje em Suzano, região metropolitana de São Paulo. A suspeita é que a estrutura tenha desabado em razão das fortes chuvas. De acordo com os bombeiros, o incidente aconteceu na Rua Adriana, no bairro de Vila Fátima. As vítimas sofreram ferimentos leves e foram socorridas pelo Samu. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.