Tiago Queiroz/AE
Tiago Queiroz/AE

Chuva alaga Santos e dificulta a volta à capital

Em 1 dia, choveu mais que o dobro do esperado para o mês; rodoviária fechou por 3h e acessos ao Sistema Anchieta-Imigrantes ficaram bloqueados

Suzane G. Frutuoso, O Estado de S.Paulo

03 Janeiro 2011 | 00h00

A chuva atrapalhou o retorno do paulistano que passou o réveillon na Baixada Santista. Os principais acessos a Santos ficaram alagados ontem de manhã, a rodoviária fechou por três horas e os passageiros que chegavam de navio não tinham como circular pela cidade. Em um dia, choveu mais que o dobro do esperado para o mês, segundo a Defesa Civil.

Por volta das 11h, a saída da cidade para o Sistema Anchieta-Imigrantes registrava 2 quilômetros de congestionamento, por conta de alagamentos. A Avenida Nossa Senhora de Fátima estava interditada no sentido centro. E quem se preparava para pegar a estrada enfrentava lentidão. Trechos dos canais 1 e 3 transbordaram. Renato Rodrigues, de 27 anos, levou duas horas para sair de Santos. Para piorar, desviou de um carro e caiu no acostamento. "A pista estava molhada." Ninguém se feriu.

A rodoviária santista permaneceu fechada das 6h às 9h. Os ônibus estavam proibidos de circular pelo município. O agenciador da empresa Cometa Rodrigo Quirino afirmou que "todas as empresas disponibilizaram carros extras para compensar". Mas o atraso ainda era de cerca de uma hora por volta de 13h. Às 16h30, a espera passava de duas.

O descanso durante o cruzeiro pelo litoral do Rio de Janeiro acabou na chegada a Santos para o engenheiro Adriano Oliveira, de 38 anos, e para o vendedor Antônio Andrade, de 37. Sem conseguir um táxi no terminal marítimo, eles andaram um trecho a pé e pegaram um ônibus municipal para chegar à rodoviária. Menos taxistas trabalhavam por conta das ruas interditadas pela água.

Interior. Os motoristas também enfrentaram problemas nas rodovias do interior, por causa da chuva e do excesso de veículos. Os congestionamentos chegaram a cerca de 30 quilômetros na Castelo Branco. A Bandeirantes apresentou 21 km no trecho entre Campinas e Jundiaí. O trânsito ainda esteve parado nos cerca de 30 km entre Atibaia e São Paulo pela Fernão Dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.