Chuva alaga centro e quatro bairros de Itapevi, na Grande São Paulo

Cidade teve área ilhada com transbordamento de rio; ao menos 60 famílias foram socorridas pelos bombeiros

Felipe Tau, O Estado de S. Paulo, e Luciano Bottini Filho, Especial para o Estado,

12 de novembro de 2012 | 14h56

Atualizada às 16h21

SÃO PAULO - As chuvas que atingiram a Grande São Paulo nesta segunda-feira, 12, causaram um alagamento na região central da cidade de Itapevi, na zona oeste da Região Metropolitana. Segundo o secretário de Segurança do município, Kléber Maruxo, foram afetados moradores do centro do município e dos bairros Jardim Vitápolis, Jardim São Carlos, Jardim Sorocabano e Amador Bueno.

De acordo com a Prefeitura, houve um transbordamento do rio Barueri-mirim por causa das fortes chuvas entre as 6h as 13h30 desta segunda, em Itapevi e nas cidades vizinhas, como Jandira, São Roque e Cotia. Foram registrados cerca de 70 milímetros de chuva, (cada milímetro de chuva equivale a um litro de água por metro quadrado).

Equipes do Corpo de Bombeiros de diversos batalhões da região foram enviadas ao local, mas segundo a Defesa Civil, não houve afogamento. As equipes no local trabalham na remoção de objetos de dentro das casas e de pessoas, informaram os bombeiros.

Segundo Maruxo, os bombeiros atenderam 100 chamados e prestaram socorro a 60 famílias que moram nas proximidades do rio, com casas alagadas em uma altura entre 5 centímetros e 1 metro de água. "Algumas lojas foram afetadas no centro, sem perdas, o que complicou o  trânsito e o transporte público, mas agora já esta voltando ao normal", diz o secretário.

Capital. As pancadas de chuva que caíram na capital nesta segunda causaram alagamentos e o segundo maior congestionamento do ano na cidade: foram 245 quilômetros de fila às 10h, atrás apenas dos 249 quilômetros registrados no mesmo horário no dia 23 de maio, quando houve greve dos metroviários. 

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a capital teve 44 pontos de alagamento até as 14h50, sendo que 16 estavam ativos até as 14h50. O aeroporto de Congonhas, na zona sul, chegou a ser fechado por quase meia hora durante a manhã, causando o desvio de nove pousos para outras cidades.

A previsão, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), é que as chuvas se repitam entre a tarde e a madrugada, com mais força nas zonas norte, leste e oeste. 

Mais conteúdo sobre:
Itapevienchentealagamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.