Chuva acaba com estoque de peças da CET

As chuvas que paralisaram centenas de semáforos em São Paulo praticamente acabaram com os estoques de material de reposição da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), como lâmpadas e controladores semafóricos. A última grande compra de equipamentos feita pela gestão Gilberto Kassab (PSD) havia sido em dezembro - e quase não deu conta da demanda neste verão, dada a quantidade de faróis que apagaram.

O Estado de S.Paulo

17 Março 2013 | 02h02

Só anteontem, sem chuva, 51 semáforos estavam com problemas. A cidade tem 5.600 cruzamentos semaforizados.

Técnicos da companhia ouvidos pela reportagem, entretanto, disseram que três aquisições de material novo feitas pela Prefeitura, nas duas últimas semanas, devem dar conta de manter as vias da cidade sinalizadas. Isso levando em conta que a temporada de tempestades deve durar por mais um mês.

O material, entretanto, não traz nenhum avanço tecnológico em relação aos modelos existentes. Ou seja: para os técnicos, os semáforos ainda são passíveis de apagar em uma chuva forte. A falta de material para arrumar os faróis é um problema recorrente da CET. Em maio do ano passado, o Estado flagrou funcionários a serviço da Prefeitura tirando lâmpadas do foco amarelo de semáforos funcionando para colocar em faróis em que o verde ou o vermelho estavam queimados. / B.F,S. e B.R.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.