Chineses buscam a pontualidade britânica

A união de 150 anos de expertise britânica ao vigor da economia chinesa vai dar à cidade de Ganzhou, no sudeste do país, nada menos que o maior relógio mecânico do mundo. Começou nesta semana a instalação da máquina de 13 metros de diâmetro - quase o dobro do Big Ben, no Parlamento inglês. Quem criou essa engrenagem é a Smith of Derby, uma empresa familiar fundada em 1846. Com o surgimento dos painéis eletrônicos, os relógios mecânicos caíram em desuso: a empresa não construía um sistema desse porte desde os anos 50. THE GUARDIAN

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.