Chick Corea abre BMW Jazz com show impecável

Trio mostrou pegada firme e tocou clássicos; dupla de acordeonistas brasileiros foi a mais calorosa da noite

LAURO LISBOA GARCIA, ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

10 de junho de 2012 | 03h02

Um impecável concerto acústico de Chick Corea (piano), Stanley Clarke (contrabaixo) e Lenny White (bateria) coroou a primeira noite do BMW Jazz Festival 2012. Versátil e imprevisível, o trio que é base do lendário grupo Return to Forever deu uma aula de musicalidade acima de qualquer classificação por estilo e dinâmica de grupo.

Com pegada firme dentro da suavidade e peso bem distribuído nos solos, os três revisitaram clássicos dos primórdios do grupo na década de 1970, como La Fiesta e Romantic Warrior, e trouxeram novidades, como Light as a Feather.

Mestres tarimbados na arte de improvisar - como quem não precisa mais do que um olhar para se entender -, Corea, Clark e White encantaram o público de cerca de 5 mil pessoas na Via Funchal, adentrando a madrugada de sábado, a cada número, com direito a bis e uma versão do clássico How Deep Is the Ocean (Irving Berlin).

Antes deles, a dupla de acordeonistas brasileiros Toninho Ferragutti e Bebê Kramer, acompanhados de uma superbanda, receberam Adelson Alves e Gabriel Levy no show mais caloroso e alegre da noite, puxado para o choro e o baião. Além de composições próprias, a dupla homenageou Sivuca e Luiz Gonzaga, mestres de seu instrumento.

Enfrentando frio e chuva, muita gente reclamou de ter permanecido entre 40 e 50 minutos na fila para retirar os ingressos adquiridos pela internet. Isso fez com que parte do público perdesse o início da apresentação do quinteto do trompetista Ambrose Akinmusire.

O festival termina hoje com shows de Darcy James Argue's Secret Society, Ninety Miles e Charles Lloyd Quartet, a partir das 20h30 na Via Funchal. Às 17 horas, com entrada franca, no palco do Auditório Ibirapuera voltado para o parque, tocam The Clayton Brothers e o saxofonista Maceo Parker com Fred Wesley e Pee Wee Ellis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.