Chega de tanta demora e burocracia

ADMINISTRAÇÃO -229 IDEIAS: Para paulistanos, centralização de serviços e internet podem reduzir perda de tempo

O Estado de S. Paulo

25 Janeiro 2013 | 00h01

O paulistano não aguenta mais tanta burocracia. A julgar pelas ideias enviadas e mais bem avaliadas na categoria Administração, a vontade é de simplificar, seja criando maneiras de resolver problemas sem sair de casa, seja com serviços rápidos e específicos para facilitar a vida dos cidadãos. A instituição mais citada foi o Poupatempo, que, na opinião de participantes, deveria também atender outras especialidades.

"Poupatempo é uma ideia genial e que tem agradado a muitos. Deveria ser ampliada a outros campos, com a criação de ‘Poupatempos da Saúde’, por exemplo. Haveria complexos parecidos com o Hospital das Clínicas e especialidades diversas nas quatro regiões da cidade", sugeriu Michel Oliveira Cerqueira, morador de Cidade Líder, na zona leste, e autor da ideia mais bem avaliada pelo público e pelo júri do Estado - procurado, ele não atendeu aos pedidos de entrevista.

 

 

A IDEIA: "Poupatempo é uma ideia genial e que tem agradado a muitos. Deveria ser ampliada a outros campos, com a criação de ‘Poupatempos da Saúde’, por exemplo. Haveria complexos parecidos com o Hospital das Clínicas e especialidades diversas nas quatro regiões da cidade."

O GANHADOR: Michel Oliveira Cerqueira.Cidade Líder

 

O conceito do Poupatempo - que concentra serviços públicos em um mesmo local e cujas cinco unidades na capital atenderam 144 milhões de pessoas em 2012 - deveria ser estendido a outras áreas, como a criminal, na opinião dos participantes. "As delegacias tomam um tempo enorme e precioso da vida do cidadão. Deveriam ser criados ‘Poupatempos criminais’, que funcionariam 24 horas e agilizariam o atendimento aos PMs e ao público em geral", completou Cerqueira.

A digitalização de atendimentos públicos também esteve entre as propostas mais bem avaliadas pelos participantes. "Modernizar o sistema de atendimento da administração para que o máximo possível possa ser feito remotamente por internet e telefone, para reduzir custos e a necessidade de trafegar pela cidade", sugeriu Germano Leibnitz, da Vila Mariana, na zona sul.

A julgar pelo plano de governo de Fernando Haddad (PT), a promessa é descentralizar serviços. Está prevista, por exemplo, a criação de "centrais de atendimento" dentro de cada subprefeitura, onde ações de zeladoria (poda de árvores, melhorias viárias e limpeza de córregos, entre outros) poderão ser registradas e acompanhadas online.

Haddad também promete simplificar um dos setores mais burocráticos da Prefeitura: o de análise e aprovação de obras, como empreendimentos e reformas. Hoje distribuídos por várias áreas (Controle Urbano, Habitação, Verde e Meio Ambiente, Subprefeituras), os processos deverão ser centralizados em uma única nova secretaria. O prazo para aprovações - muitas vezes de mais de três anos - está entre as principais reclamações da construção civil e, segundo o setor, trava novos investimentos

Mais conteúdo sobre:
aniversario, sao paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.