Chega a 46 número de mortos pelas chuvas em SP

Mais de 17 mil pessoas ainda estão desalojadas e outras 3.458 estão desabrigadas

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

15 Janeiro 2010 | 15h16

Subiu para 46 o número de mortos em razão dos temporais que assolam o Estado de São Paulo desde o dia 1º de dezembro do ano passado. A última vítima das chuvas é um homem de 52 anos que morreu soterrado na tarde de quinta-feira, 14, depois que um deslizamento de terra atingiu sua casa em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo.

 

De acordo com boletim divulgado pela Defesa Civil estadual nesta sexta-feira, 15, além dos mortos, outras 34 pessoas ficaram feridas em todo o Estado. Mais de 17 mil pessoas permanecem desalojadas - as que podem contar com ajuda de vizinhos e familiares - e 3.458 continuam desabrigados - as que perderam tudo e precisam dos abrigos públicos.

 

Os temporais já afetaram 119 municípios, deixando 21 em estado de emergência, e dois em situação de calamidade pública: Cunha e São Luiz do Paraitinga.

 

Já as cidades em situação de emergência são Atibaia, Bofete, Caieiras, Caiuá, Capivari, Chavantes, Franco da Rocha, Getulina, Guararema, Inúbia Paulista, Lourdes, Manduri, Mirassol, Osasco, Oscar Bressane, Pardinho, Presidente Venceslau, São Lourenço da Serra, Santo André, Santo Antônio do Pinhal, Sumaré.

Mais conteúdo sobre:
chuvas emergência SP enchentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.