Chefes do PCC depõem sobre roubo de joias

O Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado ouviu os depoimentos de Marcos Paulo Nunes da Silva, o Baianinho Vietnã, e Paulo Alexandre da Silva, o Chambau, sobre o roubo à joalheria Dryzun, no MorumbiShopping, ocorrido em 7 de fevereiro. Os líderes do PCC são chefes do tráfico da Favela do Vietnã, na zona sul paulistana, onde moram os autores do roubo presos pelo Deic.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.