Chefe de venda de crack por telefone é preso em Juiz de Fora (MG)

Prisão ocorreu durante entrega de uma encomenda no Bairro São Mateus, na zona sul da cidade

estadão.com.br,

11 Novembro 2011 | 14h42

SÃO PAULO - Glaubei Calais Iecker, 32, acusado de comandar um esquema de venda de crack através do telefone, foi preso em flagrante em Juiz de Fora, em Minas, no final da noite de quinta-feira, 10. Segundo a Polícia Civil, eram atendidas diariamente cerca de 15 pessoas, principalmente da Região sul da cidade, todos das classes média e alta.

A ação foi desencadeada após cerca de um mês de investigações e a prisão ocorreu durante entrega de uma encomenda no Bairro São Mateus, na zona sul da cidade. Os policiais apreenderam mais de meio quilo de crack na residência do suspeito, localizada na Rua Alameda Acácias, no bairro Nova Califórnia.

Glaubei, ao ser flagrado em seu veículo, um Gol preto, apreendido na ação, alegou em depoimento que apenas guardava a droga encontrada na sua residência, porém as investigações apontam que ele era o fornecedor do entorpecente e atendia seus clientes no seu aparelho de celular e fazia as entregas nos locais combinados pessoalmente em seu veículo.

Mais conteúdo sobre:
prisãocrackminas gerais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.