Chefe de travestis é executado na região central de SBC

Segundo a polícia, uma disputa por pontos de trabalho, seria a principal causa da morte

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

25 Fevereiro 2011 | 03h45

Uma disputa por pontos de trabalho, segundo o que a polícia apurou até o momento, seria a principal causa da morte do travesti Sérgio Viana, de 40 anos, assassinado, com dois tiros - um no pescoço e outro no ouvido - por volta das 22 horas de quinta-feira, 24, Avenida Lucas Nogueira Garcez, junto ao viaduto Kenzo Uemura - que passa sobre a praça Ibrahim de Almeida Nobre e dá acesso à rodovia Anchieta - próximo à região central de São Bernardo do Campo, no ABC paulista.

Ao volante de um Ford EcoSport vermelho, a vítima, que era soro positivo e atuava como uma espécie de chefe dos travestis que fazem ponto na região central de São Bernardo, foi surpreendida por um motoqueiro. Foram dois tiros, que resultaram em morte instantânea. O assassino, de estatura alta e ocupando uma moto preta - de placas não anotadas - fugiu sentido Diadema e ainda não foi localizado. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de São Bernardo do Campo.

Mais conteúdo sobre:
travesti executado sbc

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.