Chefe afastado estava 'aborrecido', diz Kassab

O prefeito Gilberto Kassab (PSD) disse ontem que "com certeza" o ex-coordenador da Comissão de Acompanhamento e Fiscalização do Contrato de Concessão (Cafim) com a Controlar - empresa de inspeção veicular ambiental - estava "aborrecido" com o bloqueio de bens na Justiça e com as irregularidades da concessão apontadas pelo Ministério Público. E, por isso, Hélio Neves pediu para sair há 15 dias. Substituído interinamente por Wagner Corce, Neves alegou motivação pessoal, disse a Secretaria do Verde.

O Estado de S.Paulo

27 Dezembro 2011 | 03h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.