Chávez vive!

Fim de festa

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

20 de fevereiro de 2013 | 02h02

Mal recuperado da maratona dos blocos no Rio, o movimento social carioca convocou para hoje, às 13h, manifestação a favor do impeachment do presidente do Senado, Renan Calheiros, em Brasília. Com o calor que está fazendo, sei não, capaz de não dar quórum.

Coisa de artista

Chama atenção no julgamento do ex-seminarista Gil Rugai a destreza dos peritos criminais brasileiros. Os caras conseguiram calçar o pé direito do acusado num sapato de pé esquerdo para ilustrar o vídeo que simula a pegada do assassino provocada pelo arrombamento de uma porta no local do crime. Pode?

Análise de grupo

O Palmeiras contratou um psicólogo. É pouco, considerando-se que, além dos jogadores, a torcida também está precisando se tratar.

Inferno é apelido

Chama-se Saúde o bairro carioca que registrou na segunda-feira sensação térmica de 50°C.

Façam suas apostas

Ninguém em São Paulo tem dúvidas sobre o temporal que voltará a cair sobre a cidade nesta quarta-feira. Em algumas firmas estão até fazendo bolão pra ver quem acerta a hora do dilúvio!

Mal comparando

Fernando Haddad está com a impressão de que choveu nos últimos dias em São Paulo mais que nas piores enchentes da administração Kassab. Há controvérsias!

Basta!

Entreouvido dia desses numa rodinha de indignados: "Tim Maia, Yasser Arafat e, agora, Dom Pedro I! Até quando vão continuar com essas exumações?"

A desconfiança natural sobre o que é real ou tão somente virtual nas redes sociais cresceu significativamente depois que Hugo Chávez foi removido pelo Twitter de um hospital de Havana para outro em Caracas.

Saiu de Cuba com problemas respiratórios graves e, 140 milagrosos toques depois, estava "aferrado a Cristo" na Venezuela, "caminhando e forte", teria testemunhado uma enfermeira bolivariana desde pequenininha.

"Chegou como Papai Noel", comentam os tuiteiros dissidentes do chavismo: "Todo de vermelho, na calada da noite e só os inocentes acreditam nisso!"

Eu não acredito nem em bruxas, mas daí a suspeitar que Hugo Chávez não tenha sequer voltado à Venezuela ou - pior ainda! - que talvez nem vivo esteja, peralá, é cedo ainda para se esculhambar a informação online deste jeito.

De perfis falsos, a comunicação digital está cheia, mas não se tem notícia de celebridade - ainda mais no caso de um presidente da República - que tenha saído de cena para reinventar a própria história no Twitter.

'No lo creo!'

Hugo Chávez ainda respira em um hospital militar de Caracas, e não se fala mais nisso, ok?!

Fica Tiririca!

Quem já ouviu o disco que Tiririca vai lançar em breve tenta desesperadamente demovê-lo da ideia de abandonar a política. O palhaço, sabe-se agora, é muito melhor deputado que cantor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.