Chacina deixa três mortos e 3 feridos em bar de Guarulhos

Crime é a oitava chacina registrada neste ano na região metropolitana; total de mortos chega a 28

Pedro da Rocha, do estadão.com.br,

31 de agosto de 2011 | 01h58

SÃO PAULO - Três homens foram mortos e três ficaram feridos, por volta de 0h40 desta quarta-feira, 31, dentro de um bar, na Avenida Aníbal Martins, no Parque das Laranjeiras, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Ninguém foi preso e a polícia ainda não sabe a motivação do crime.

 

O vizinho do bar, Leonardo Silva de Oliveira, de 17 anos, irmão de um dos feridos, viu quando um motoqueiro disparou contra pelo menos oito pessoas que estavam no bar O Bella, "Ele estava todo de preto, o capacete com a viseira preta, desceu e disparou um monte de tiros, um atrás do outro. Meu irmão correu para dentro de casa sangrando muito, e o atirador pareceu não querer ir atrás dele para matá-lo", contou. Seu parente recebeu um tiro no braço.

 

Policiais militares da 3ª Companhia do 15º foram acionados por testemunhas e, ao chegarem no local, encontraram três vítimas já mortas. Um ferido foi socorrido ao Hospital Geral de Guarulhos (HGG), outro ao Pronto Atendimento Paraíso e um terceiro ao Hospital Municipal de Urgência (HMU).

 

Testemunhas disseram que apenas uma pessoa cometeu os assassinatos, mas o delegado plantonista do 7º Distrito Policial de Guarulhos, Milton Burgese, acredita que possivelmente eram dois criminosos em uma moto, "Dificilmente uma pessoa conseguiria causar tantos danos sozinha".

 

O comerciante Joaquim Francisco dos Santos, de 42, tio de um dos mortos, o mecânico Rafael Francisco dos Santos, de 32 anos, em desalento disse não se surpreender com o acontecimento, "Nasci aqui em Guarulhos e a situação é essa, não tem segurança. Eu avisei para o Rafael 'não fica em bar tarde da noite, é perigoso'. Agora não tem jeito".

 

Até as 3h30 as outras vítimas ainda não haviam sido identificadas e a polícia ainda não sabia qual a motivação do crime. Registrado no 7º DP, do bairro São João, o caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

Chacinas. Essa é a oitava chacina registrada neste ano na Região Metropolitana de São Paulo. Foram três casos do tipo na capital e cinco na Grande São Paulo. Desses, dois ocorreram em Guarulhos. O total de mortos chega a 28.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.