Chacina deixa 3 mortos e 2 feridos em São Luis do Paraitinga

Crime teria sido motivo por disputa de terra e assassinos seriam grileiros interessados na propriedade das vítimas

Ricardo Valota, do estadao.com.br,

09 de outubro de 2007 | 09h57

Uma briga motivada por disputa por terra terminou com três mortos, dois feridos e três pessoa presas em São Luis do Paraitinga, próximo ao litoral norte de São Paulo. Na madrugada desta terça-feira, 9, três pessoas foram mortas no interior de uma casa no Núcleo Santa Virgínia, em uma área de preservação ambiental, próximo à Rodovia Oswaldo Cruz. Duas pessoas sobreviveram à chacina, na qual os autores utilizaram machados e facões. Os acusados do crime foram presos horas depois. Foram mortos no interior da casa Joseph Cury, Miguel Vidério e uma terceira pessoa conhecida apenas como "Baixinho"; Celestino Máximo Filho e Anderson Souza sobreviveram ao crime. As armas utilizadas na chacina foram jogadas em um matagal ao lado da casa, segundo informações policiais. Informados sobre o ocorrido em São Luiz do Paraitinga e cientes de que os autores do crime, todos os autores fugiam em direção à Ubatuba, policiais da cidade vizinha deram início às buscas e localizaram os autores do crime, por volta da 1 hora desta terça. Foram presos em flagrante Alex Silva Santos, Otacílio Correia e Leandro Ademilson Félix. Os acusados, assim como o veículo utilizado pelos assassinos, foram encaminhados para São Luis do Paraitinga. Segundo as primeiras informações fornecidas à polícia, os autores do triplo homicídio agiram por interesse próprio e seriam grileiros interessados na terras das vítimas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.