CGM pediu exoneração de funcionário da Sehab

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), disse na manhã de ontem que o afastamento do ex-diretor técnico do Departamento de Aprovação das Edificações (Aprov) da Secretaria Municipal de Habitação (Sehab) Hussain Aref Saab do cargo, por suspeita de enriquecimento ilícito, ocorreu por recomendação da Corregedoria-Geral do Município (CGM). Caso existam mais suspeitos - o que, segundo Kassab, ainda não aconteceu -, eles também serão afastados. "É uma atitude republicana do prefeito não interferir nas investigações", disse, no ato que oficializou o apoio do PSD a José Serra, pré-candidato do PSDB à Prefeitura.

O Estado de S.Paulo

13 de maio de 2012 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.