JF Diório/Estadão
JF Diório/Estadão

Cetesb registra aumento no nº de praias consideradas próprias para banho

Em 2016, 37% dos 156 locais monitorados pela companhia no Estado tiveram classificação positiva; o índice é 5% superior ao registrado em 2015

Renata Okumura, O Estado de S.Paulo

22 Março 2017 | 14h21

SÃO PAULO - O número de praias consideradas próprias para o banho no Estado de São Paulo cresceu em 2016. No total, 37% das 156 praias monitoradas pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) foram classificadas positivamente. O índice é 5% maior do que o registrado em 2015. Os dados fazem parte do relatório de condições de balneabilidade do litoral paulista lançado nesta semana.

O número de praias consideradas boas também aumentou de 27% para 31%. Já o índice de praias consideradas ruins para banho caiu de 10% para 4% e de péssimas foi de 17% para 10%.

O litoral norte do Estado é a região que registrou mais praias próprias para o banho. Ao todo, 47% das praias de Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba têm condições para banho.

O relatório revela que a melhoria em 2016 está associada, principalmente, à condição de estiagem observada na maior parte desse ano. No litoral norte, a quantidade de chuva foi a metade da média histórica.

A classificação é feita de acordo com as densidades de bactérias fecais resultantes de análises feitas ao longo de todo o ano. Elas podem ser consideradas ótimas, boas, regulares, ruins ou péssimas.

Para saber as condições semanais é só acessar o site da companhia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.