Cetesb interdita aterro sanitário em Itaquaquecetuba

Companhia argumenta que terreno não é instável e pode deslizar; local recebe 2 mil toneladas de lixo por dia

05 de agosto de 2009 | 17h58

O aterro Pajoan, em Itaquaquecetuba, foi interditado nesta quarta-feira, 8, pela Cetesb. Desde janeiro deste ano a empreiteira responsável pelo local vinha sendo advertida para melhoras as condições de segurança do aterro. A Cetesb argumenta que não está comprovada a estabilidade do terreno, que pode deslizar e prejudicar o trânsito na região.

 

O Pajoan recebe, em média, 2 mil toneladas de lixo por dia. A empresa havia conseguido uma liminar para continuar funcionando, mesmo depois de ser multada. Agora, a empreiteira precisa procurar um novo terreno para depositar o lixo das cidades com as quais tem contrato.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
PajoanCetesbaterro sanitário

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.