Cetesb exige medidas em conjunto habitacional vizinho ao Center Norte

Área apresenta risco de explosão, que, segundo Vicente Aquino, é idêntico ao do shopping

Central de Notícias,

30 de setembro de 2011 | 15h47

SÃO PAULO - A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) divulgou nota nesta sexta-feira, 30, informando que está gerenciando, junto com a Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sehab), a situação de contaminação na área do Conjunto Habitacional Cingapura, localizado na avenida Zaki Narchi, zona norte de São Paulo.

A área apresenta risco potencial de explosão, que, segundo Vicente Aquino, gerente do setor de avaliação e auditoria de áreas contaminadas da Cetesb, é idêntico ao do Center Norte. A Cetesb solicitou à administração municipal ações de intervenção na área contaminada.

De acordo com as exigências feitas à Sehab, a administração municipal terá que complementar, no prazo de 30 dias, a investigação detalhada e realizar avaliação de risco da área. A secretaria também deverá apresentar à Cetesb relatórios contendo cronograma para implantação de medidas de intervenção.

Ainda deverá ser instalado um sistema de mitigação, nos locais onde foram detectados a presença do gás, de forma a assegurar a eliminação de possível entrada de vapores nos ambientes. Enquanto não for instalado o sistema, deverá ser realizado monitoramento diário nos apartamentos térreos do conjunto, na creche existente no local e nas utilidades subterrâneas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.