CET vai reforçar segurança de blocos

Após motorista atropelar dez pessoas na Vila Madalena, companhia fará nova operação para 51 grupos que sairão até domingo

MÔNICA REOLOM, O Estado de S.Paulo

25 Fevereiro 2014 | 02h06

Para garantir a segurança dos 51 blocos de carnaval que sairão às ruas de São Paulo entre hoje e domingo, a Companhia de Engenharia do Tráfego (CET) prometeu reforçar ações no trânsito durante a passagem dos foliões.

O anúncio foi feito ontem, um dia após um motorista embriagado atropelar dez pessoas na Vila Madalena, na zona oeste. Segundo testemunhas, na hora do atropelamento, por volta das 19h30, já havia carros circulando na esquina das Ruas Aspicuelta e Fidalga, ou seja, as vias não estavam interditadas pela CET. As testemunhas afirmam que os blocos de carnaval já haviam passado pelo local, mas que alguns foliões permaneciam na rua.

Para evitar que o episódio se repita, a companhia vai "reforçar ações para monitorar o trânsito nos próximos dias de desfile de blocos carnavalescos, visando a garantir as condições de segurança e fluidez de tráfego durante as festividades".

A CET informou que o planejamento de bloqueios fixos ou momentâneos varia de acordo com as informações, prestadas pelos organizadores, sobre fluxo de pessoas, trajeto, tipo de via e impacto no trânsito.

Três blocos passaram perto do local do atropelamento. Ao todo, cerca de dez mil pessoas foram reunidas em diferentes momentos na região. "A CET, Polícia Militar e Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) foram acionados e atenderam prontamente à ocorrência", ressaltou a CET, em nota.

Desfiles. Dois blocos estão previstos hoje na cidade. Um é na Freguesia do Ó, na zona norte: o Pagodão SP surgiu no Rio de Janeiro, em 1993, e foi trazido para São Paulo por meio da Rádio Nacional do Samba.

O outro, que surgiu no mesmo ano em São Paulo, é o UMES Caras-Pintadas, da União Municipal dos Estudantes Secundaristas de São Paulo. O 21.º desfile do grupo no Bexiga, no centro, terá o show da banda Foliões da Pauliceia, que vai tocar a marchinha O Petróleo é do Povão. Nele ninguém vai meter a mão!. / COLABOROU FABIO LEITE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.