CET monta esquema especial para jogo do Brasil

Motoristas devem evitar circular pela manhã, entre 9h e 11h, e à tarde, entre 13h e 15h

Solange Spigliatti e Priscila Trindade, da Central de Notícias

24 de junho de 2010 | 14h31

SÃO PAULO - A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai montar um esquema especial de trânsito para o jogo entre as seleções do Brasil e Portugal, na manhã desta sexta-feira, 25. A operação tem o objetivo de minimizar os efeitos do grande número de deslocamentos concentrados, que poderão ocorrer na cidade.

 

Veja também:

especialSaiba quais serviços de SP terão horário alternados

 

Além da ativação das faixas reversíveis em horários alterados de acordo com a demanda, a CET vai monitorar os principais eixos viários, especialmente em áreas comerciais que concentram bares e restaurantes, como os bairros de Moema, Jardins, Vila Mariana, Pinheiros, Vila Madalena, Vila Olímpia, Santana, Tatuapé, Centro, entre outros.

 

Segundo a CET, o horário previsto de maior movimento de veículos concentra-se, pela manhã, entre 9h e 11h e, à tarde, entre 13h e 15h, horários que os motoristas devem evitar circular pelas vias da cidade. O rodízio municipal não será suspenso e o sistema de estacionamento do tipo Zona Azul estará funcionando normalmente amanhã, segundo a CET.

 

A Engenharia de Campo da CET vai acompanhar o trânsito também através de monitores do circuito fechado de televisão que transmitem imagens online dos principais cruzamentos semaforizados.

 

Transporte

 

As composições do Metrô, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), e a Empresa Metropolitana de Transporte Urbano (EMTU) terão a circulação semelhante ao de um dia típico nesta sexta-feira.

 

No Metrô, durante e após a partida da seleção brasileira, a frota de trens em circulação do Metrô será de 39 trens na Linha 1-Azul, 14 trens na Linha 2-Verde, 38 trens na Linha 3-Vermelha e 5 trens na Linha 5-Lilás.

 

Na última terça-feira última, 15, dia em que a seleção brasileira estreou na Copa, o volume de passageiros transportados no Metrô ficou 21% abaixo do índice da terça-feira anterior. Na CPTM, a queda foi de 16%.

 

No mesmo dia, no período das 12 às 15h30, a quantidade de passageiros transportados no Metrô subiu 33,5%. Enquanto a CPTM registrou aumento de 45% no número de passageiros em relação à um dia típico. A alteração ocorreu porque as empresas anteciparam o final do expediente para que os funcionários assistissem ao jogo.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Copa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.