CET desmente informação de que multas de rodízio podem ser anuladas

Mensagem divulgada pela internet orienta motoristas a obterem protocolo para anular multas

17 Março 2010 | 23h26

Maíra Teixeira, da Central de Notícias

 

SÃO PAULO- A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) divulgou comunicado nesta quarta-feira, 17, desmentindo uma mensagem anônima que tem sido divulgada pela internet.

 

Segundo a CET, a mensagem orienta os motoristas a ligarem para um dos telefones de atendimento da Prefeitura (156), com o intuito de obter um número de protocolo que lhes permitiria anular multas recebidas por desobediência ao rodízio municipal de placas (Operação Horário de Pico).

 

Segundo a CET, a mensagem não tem fundamento e fiscalização e autuação do cumprimento do rodízio continuam desde sua implantação, em 1997.

 

O órgão avisa que as multas aplicadas por circulação em horário proibido serão cobradas normalmente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.