Cessão de camarote também é apurada

Além dos repasses de dinheiro público, o inquérito da promotoria do Rio de Janeiro também atuou para impedir o que considerou conflito de interesses. Em janeiro, solicitou à Justiça Estadual o cancelamento da cessão de quatro camarotes pela Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) ao Tribunal de Contas do Município (TCM) - alegando que cabe à corte avaliar as prestações de contas do uso de recursos repassados pela Prefeitura e os contratos da administração municipal com a Liesa.

O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2012 | 03h02

O TCM argumentou que não havia conflitos, mas, no dia 8, a 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio confirmou a decisão liminar de primeira instância e proibiu o uso dos camarotes pelos conselheiros e funcionários da corte de contas. / A.J.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.