Cerco a carro-forte deixa 2 mortos e causa pânico em Rio Preto

Cerco a carro-forte deixa 2 mortos e causa pânico em Rio Preto

Durante a ação, PM recebeu cerca de 20 ligações com denúncias de arrastões na região central da cidade, mas todas eram falsas

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

22 Dezembro 2016 | 16h03

SOROCABA – Dois suspeitos foram mortos e dois policiais ficaram feridos durante tentativa de assalto a um carro-forte nas dependências de um hipermercado da rede Walmart, na tarde desta sexta-feira, 22, em São José do Rio Preto, interior de São Paulo. Dez pessoas, tomadas como reféns pelos criminosos, foram libertados sem ferimentos. 

Os suspeitos, armados com fuzis e pistolas automáticas, abordaram o carro-forte quando transferia malotes com dinheiro para uma lotérica. A polícia foi acionada e os criminosos tomaram clientes e funcionários como reféns, no interior do estabelecimento.

Viaturas da Polícia Militar, da Guarda Municipal e do policiamento rodoviário cercaram o local. Testemunhas relataram intenso tiroteio entre policiais e os supostos bandidos. Por segurança, os acessos ao Plaza Avenida Shopping e à loja da rede Havan, além de outros estabelecimentos comerciais da região, foram fechados. 

Clientes que estavam em compras para o Natal foram impedidos de entrar e sair. A A avenida Alberto Andaló, a principal da cidade, e um trecho da rodovia Washington Luís foram interditados e o trânsito foi desviado. 

Por volta das 16 horas, com os reféns libertados, a situação era dada como controlada pela polícia, mas não havia informações sobre os suspeitos presos. Os corpos dos dois homens mortos a tiros foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) e ainda aguardavam identificação. Os dois policiais feridos, um deles atingido por estilhaços de projéteis, foram levados para o Hospital de Base da cidade, mas estavam fora de perigo. 

Durante a ação, a PM recebeu cerca de 20 ligações com denúncias de arrastões na região central da cidade. As denúncias eram falsas e a PM acredita que podem ter sido uma tentativa de dispersar as forças policiais concentradas no cerco aos criminosos. Possível ligação da quadrilha com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) será investigada.

Nota. No fim da tarde, a rede Walmart emitiu nota oficial confirmando a ocorrência.

“O Walmart confirma que houve uma tentativa de assalto a carro-forte no estacionamento da loja de São José do Rio Preto. Durante a ação, houve troca de tiros entre policiais e assaltantes. Informações preliminares indicam que dois bandidos foram mortos e um policial, ferido. Clientes e funcionários não tiveram ferimentos e já foram liberados pela polícia. A loja está fechada no momento. A empresa está colaborando com a polícia nas investigações, vai reforçar a segurança na unidade e prestar apoio emocional aos funcionários”, afirmou a empresa.

Mais conteúdo sobre:
São José São Paulo Polícia Militar

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.