Cerca de um terço dos vôos sofrem atrasos em todo o País

Dos 1.216 vôos previstos, 387 atrasaram além de uma hora, o que corresponde a 31,8% do total

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

18 de julho de 2007 | 18h12

Em 13 aeroportos brasileiros, 387 dos 1.216 vôos atrasaram além de uma hora, o que corresponde a 31,8% do total, e 195 foram cancelados (16%), entre zero e 16 horas desta quarta-feira, 18, segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). À 16 horas, 59 vôos estavam atrasados no País, de acordo com a estatal. O Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, registrava o pior número de atrasos. De 168 vôos, 58 operaram fora do horário programado (34,5%). Apenas um foi cancelado. No Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital, 28 dos 161 vôos programados atrasaram (17,3%) e 64 foram cancelados (39,7%). No Aeroporto de Confins, em Minas Gerais, mais da metade dos vôos atrasou. Lá, de 48 vôos, 25 sofreram atrasos, além de seis cancelamentos. O Aeroporto Presidente Juscelino Kubitschek, em Brasília, teve 38 dos 75 vôos atrasados, ou seja, 50,6% do total. Outros seis vôos foram cancelados.  O balanço da estatal apontava que a situação também estava complicada no Aeroporto de Goiânia, em Goiás, onde 57,8% dos 19 vôos atrasaram e seis foram cancelados. No Aeroporto Antonio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro, houve 26 atrasos e 16 cancelamentos, nos 104 vôos previstos.

Tudo o que sabemos sobre:
Crise nos aeroportos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.