Cerca de 400 funcionários da construção civil fazem passeata em SP

Trabalhadores de empresa que presta serviços para shopping reivindicam reajuste salarial; ato foi encerrado às 11h30

Fabiana Marchezi, do estadão.com.br

17 Março 2010 | 12h19

Cerca de 400 funcionários da construção civil realizaram, na manhã desta quarta-feira, 17, uma passeata pela zona sul de São Paulo.

 

Os manifestantes são trabalhadores de uma empresa terceirizada que presta serviços para o Shopping Cidade Jardim. Eles reivindicam reajuste salarial e pediram para mudar o portão de entrada para o shopping. Eles entram pelo portão em frente à favela Panorama e reclamam de assaltos. O protesto foi acompanhado por policiais militares do 16º BPM.

 

De acordo com a Polícia Militar, o grupo se reuniu por volta das 7 horas em frente ao portal principal do shopping, na Avenida Magalhães de Castro, e seguiu em passeata pela Marginal do Pinheiros, passando pela Ponte Estaiada até a Avenida Roberto Marinho, onde o protesto foi encerrado às 11h30, após uma breve assembleia realizada pelo sindicato da categoria.

 

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego, eles ocuparam uma faixa das vias por onde passaram, complicando o trânsito na região.

Mais conteúdo sobre:
passeata São Paulo construção civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.