Cerca de 300 familiares participam de missa pelas vítimas

Padre Getúlio Vieira, da Igreja Nossa Senhora do Sabará, em Santo Amaro, celebrou a missa, que durou 1h30

Alexandra Penhalver,

19 de julho de 2007 | 20h42

A missa em memória das vítimas do acidente do avião Airbus A-320 da TAM realizada no Salão Topázio do Hotel Blue Tree da Faria Lima no início da noite desta quinta-feira, 19, teve a presença de cerca de 300 familiares, segundo a assessoria de imprensa da TAM. O padre Getúlio Vieira, diocesano da Igreja Nossa Senhora do Sabará, em Santo Amaro, celebrou a missa, que durou 1h30. Os familiares pediram que a missa fosse reservada e, por isso, a imprensa não teve acesso.   Segundo o padre, a missa foi um pedido dos familiares. "É um ato de solidariedade da igreja com as famílias na hora da dor. Tudo bem simples." Ele contou que trouxe uma página de um jornal, na qual consta uma lista das vítimas. Fotografias também foram colocadas no alterar improvisado como homenagem aos mortos.   Durante a homilia, o sacerdote leu um trecho do evangelho de São João que fala de sete milagres realizados por Jesus. "No último milagre, Jesus ressuscita Lázaro e, neste trecho, Cristo diz a Marta (irmã de Lázaro): eu sou a ressurreição", contou. Para o padre, este trecho do evangelho traz conforto aos familiares que perderam seus familiares.   Durante a celebração, o padre pediu às pessoas que desejassem que citasse o nome das vítimas. Ao final, os familiares vieram me agradecer. Encontrei pessoas de Manaus, Porto Alegre, Santa Catarina, e São Paulo".   A intenção da missa em homenagem às vitimas é levar conforto aos familiares e, segundo o padre, se trata de um memorial, pois "traz a lembrança do ente querido que está morto mas junto de nós. Trazemos para o presente". Durante a entrevista, o barulho de um avião que sobrevoava a região interrompeu a fala do padre. Questionado se isso aconteceu durante a missa, ele respondeu: "graças a Deus não".   Famílias - Segundo a assessoria da TAM, 42 pessoas estão hospedados no hotel Blue Tree da Berrini, entre elas um casal de irmãos que estão desabrigados por causa do acidente. Já no Blue Tree da Faria Lima há 286 familiares. No Quality, localizado próximo ao aeroporto, há 100 familiares de funcionários da TAM.

Mais conteúdo sobre:
Vôo 3054

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.