Cerca de 2 mil estudantes protestam contra aumento de ônibus em SP

Concentração, organizada pelo Movimento Passe Livre, teve início às 17h; na semana passada, uma outra manifestação acabou em confusão com a polícia

Pedro da Rocha, Central de Notícias

20 Janeiro 2011 | 20h28

SÃO PAULO - Cerca de 2 mil estudantes fazem um protesto na região central de São Paulo contra o aumento na tarifa de ônibus de R$ 2,70 para R$ 3. A concentração, organizada pelo Movimento Passe Livre, teve início às 17h, na altura do número 2173 da Avenida Paulista, na faixa da esquerda.

 

No momento, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que, às 19h50, os manifestantes estão na Avenida Brigadeiro Luís Antônio com a Alameda Santos, e, deitados e sentados, bloqueavam a via.

 

Na semana passada um outro protesto contra o aumento na tarifa terminou em confusão quando os estudantes tentavam fechar a Avenida Ipiranga, e foram alvo de bombas de gás lacrimogêneo, gás de pimenta e balas de borracha por parte da Polícia Militar (PM).

 

Foi o segundo ano consecutivo de reajuste de ônibus. Segundo o prefeito Gilberto Kassab (DEM), o acréscimo é necessário para custear a construção de novos terminais de ônibus e a ampliação da frota dos coletivos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.