Cerca de 2,4 milhões participaram do Réveillon na Paulista

Estimativa é da PM; número é recorde para festa já tradicional em São Paulo, que teve show do Skank

Paulo Maciel e Daniela do Canto - estadao.com.br e Jornal da Tarde,

31 Dezembro 2008 | 23h44

A apresentação do Skank foi um dos pontos altos da virada de ano na Avenida Paulista, em São Paulo. O show do grupo mineiro começou à 0h20 desta quinta-feira e durou mais de uma hora. A Polícia Militar estima que 2,4 milhões de pessoas participaram do Réveillon na Paulista. Ainda segundo a PM, não foram registrados incidentes graves. A queima de fogos também não decepcionou quem foi à festa, foram 15 minutos do show de boas-vindas a 2009, montado em dois prédios da Paulista que ficam atrás do palco.    Veja também: Confira fotos da festa paulista  Fotos de banhistas aproveitando o verão    Fotos da virada de ano no Brasil e no mundo        O prefeito Gilberto Kassab (DEM) também compareceu ao evento. Ele apenas disse que hoje é um dia de festa e não quis se estender sobre a posse para um novo mandato, que ocorre nesta quinta-feira à tarde. Afirmou somente que está "preparado para a grande responsabilidade de governar uma cidade como São Paulo".  O prefeito ficou no palco com o cantor Daniel, que levou seu pai para cantar "O Menino da Porteira", um grande clássico da música sertaneja.     O grupo KLB encerrou o show às 22h45 com a música "Olhar 43" do grupo RPM. E na sequência o palco foi do cantor Daniel, que comandou a contagem regressiva à meia-noite.      Daniel foi seguido pelo grupo de pop rock Skank. O encerramento ficou por conta da escola de samba Vai-Vai.   Fotos: José Patrício/AE   Policiais a pé e usando motos fazem cordão, para retirar as pessoas da avenida após o termino da festa.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.