Centro para motociclistas será aberto no dia 18

O Centro Educacional Paulistano de Motociclistas (Cepam), uma promessa da Prefeitura para capacitar 20 mil motociclistas/ano e reduzir os índices de mortes ligadas a esse tipo de veículo (uma por dia, em média), deverá ser aberto no dia 18. O centro - um complexo na Vila Carrão, zona leste da capital - vai funcionar por meio de uma parceria entre a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET ) e a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

BRUNO RIBEIRO, O Estado de S.Paulo

06 de dezembro de 2012 | 02h07

A parceria está estimada em R$ 500 milhões por 30 meses. A contrapartida da Prefeitura foi o terreno do centro e o compromisso de definir o conteúdo das aulas. A proposta é de que o Cepam atenda tanto pessoas que usam as motos apenas como meio de transporte quanto motoboys. Em 2013, os motoboys terão de ter um curso específico para a função.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.