Centro de Controle de Zoonoses faz festa junina para incentivar adoção

Evento tenta promover adoção de cães e gatos com deficiências neste sábado

Jéssica Freitas - Central de Notícias,

23 de junho de 2012 | 11h55

Neste sábado, o Centro de Controle de Zoonoses de São Paulo (CCZ-SP) realiza a II Festa Adoção sem Preconceito, uma festa junina que visa a promover a adoção de cães e gatos com deficiências físicas, visuais, idosos ou de pelagem preta.

Além de uma quadrilha, com desfile de cães vestidos a caráter, o evento conta com comes e bebes, barracas de pescaria e argolas e atrações para o público infantil. No entanto, o foco da festa é a adoção e a eliminação do preconceito.

Para a gerente do CCZ, Ana Claudia Furlan Mori, o preconceito na hora da adoção é visível nos Centros de Controle de Zoonoses do País. Animais Sem Raça Definida (SRD) ou de raças estigmatizadas; cães e gatos idosos, com alguma deficiência física ou necessidade de tratamentos especiais geralmente permanecem por longos períodos nos CCZs, sendo preteridos no momento da adoção.

Os candidatos a adotante devem ter mais de 18 anos, levar RG, CPF, comprovante de residência e pagar a taxa pública de adoção no valor de R$ 16,20 por animal adotado. É importante lembrar que não se aceitam cartões. Também é necessário levar coleira e guia para adotar cães e uma caixa de transporte para os gatos. No ato da adoção, será confeccionado o Registro Geral do Animal (RGA).

O evento acontece das 10h às 16h, neste sábado, no Centro de Controle de Zoonoses, em Santana, próximo ao Campo de Marte e à estação Carandiru do Metrô.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.