Nilton Fukuda/AE
Nilton Fukuda/AE

Center Norte: Sindicato pedirá adicional de periculosidade para funcionários

Durante manifestação em frente ao shopping, sindicato informou que entrará na Justiça

estadão.com.br,

05 Outubro 2011 | 14h41

SÃO PAULO - O Sindicato dos Comerciários de São Paulo afirma que irá entrar com uma ação na Justiça do Trabalho cobrando adicional de periculosidade retroativo para os funcionários que trabalharam no Shopping Center Norte entre 2003 e 2011. O diretor do sindicato, Antonio Evanildo Cabral, argumenta que a administração do shopping sabia, desde 2003, que o local oferecia risco de acidente de grandes proporções e não tomou providência para sanar o problema, omitindo, inclusive, a informação aos trabalhadores que durante todo esse período estiveram num local perigoso, correndo risco de morte durante o exercício do trabalho.

Na manhã desta quarta-feira, 5, o Sindicato dos Comerciários fez uma manifestação em frente ao shopping. Segundo o diretor do sindicato, a manifestação tinha o objetivo de orientar os trabalhadores do shopping sobre a decisão do fechamento do estabelecimento por conta do risco de explosão.

Segundo Cabral, no começo da manhã foi realizada uma reunião entre representantes do sindicato e da administração do shopping e alguns lojistas para discutir o destino dos funcionários. "Estamos preocupados também com o emprego desses trabalhadores", explica.

O sindicato, de acordo com Cabral, pede a transferência dos funcionários para outras lojas, quando possível, ou a liberação de férias. Além disso, o sindicato pede também que os lojistas remunerem os trabalhadores este mês com base nos valores de comissão do mês passado.

O complexo formado pelo Shopping Center, Lar Center e Carrefour foi interditado na manhã desta quarta-feira, 5, após decisão judicial cassar a liminar que mantinha o centro de compras aberto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.