Cenário eleitoral não deve mudar

Se observarmos a configuração do mapa eleitoral em São Paulo, a gente constata que os candidatos do PSDB costumam ganhar em Jardins, Pinheiros, Perdizes, Higienópolis. Na periferia, no extremo sul e no extremo leste de São Paulo, o PT ganha. É justamente nessas regiões que há moradores isentos do pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Provavelmente, essas pessoas isentas do IPTU, por causa do tamanho do imóvel, não terão cobrado o imposto.

ANÁLISE: Pedro Fassoni Arruda é professor do Departamento de Política da PUC-SP, O Estado de S.Paulo

01 de outubro de 2013 | 02h04

Como é uma característica do próprio PT, a lógica é a tributação progressiva. Então, isso vai afetar mais as pessoas que moram nos bairros mais caros, que já são pessoas que não têm votado no PT nas últimas eleições. É justamente por isso que não acredito que o aumento do IPTU vá trazer uma mudança significativa no quadro eleitoral.

Mais conteúdo sobre:
IPTUHaddadEleições 2014

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.