Cem anos sob silêncio e oração

Mais antigo mosteiro de mulheres faz um século

FELIPE TAU, O Estado de S.Paulo

18 Novembro 2011 | 03h03

O primeiro mosteiro da Ordem de São Bento a abrigar mulheres no continente americano fica na cidade de São Paulo e está completando 100 anos na próxima quinta-feira. Hoje localizada em uma construção modernista no sopé da Serra da Cantareira, na zona norte, a Abadia de Santa Maria abriga 20 monjas e deu origem, de maneira direta ou indireta, a 15 mosteiros beneditinos femininos em todo o Brasil.

As comemorações pelo jubileu começam amanhã, quando o cardeal e arcebispo metropolitano de São Paulo, d. Odilo Scherer, celebra uma missa no mosteiro. Até quinta, deve ficar pronto um afresco com a imagem da Virgem Maria, pintado em uma das paredes da igreja pelo artista Claúdio Pastro, responsável pelas obras de arte da Basílica de Aparecida, no interior paulista.

Na data do aniversário, dia 24, abades, abadessas, monges e monjas de todo o Brasil estarão presentes na missa de celebração, incluindo a atual abadessa de Stanbrook, mosteiro inglês que inspirou o "irmão" brasileiro no século 20. Inclusive no nome, já que se chama Saint Mary.

História. Em 1907, a irmã Ana Abiah da Silva Prado visitou o mosteiro inglês e, após quatro anos de formação, retornou em 1911 com um grupo de seis monjas - três inglesas e três brasileiras - para fundar um mosteiro semelhante no Brasil.

A primeira abadia foi erguida na Rua São Carlos do Pinhal, perto da Avenida Paulista, onde hoje funciona o Hotel Maksoud Plaza. De estilo neorromânico, foi construída com o dinheiro da irmã Abiah. Parte de uma das mais tradicionais famílias da cidade, ela foi a primeira abadessa.

A abadia mudou de endereço em 1974, quando a propriedade foi vendida e o mosteiro se mudou para a Avenida Coronel Sezefredo Fagundes, no Tremembé. "São Paulo cresceu de uma tal maneira que impediu a vida monástica ali", diz a atual abadessa do mosteiro, Irmã Escolástica Ottoni de Mattos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.