Celular na linha 4: 1º dia tem falhas

ViaQuatro diz que serviço ainda está em fase de ajustes, que devem terminar até o fim do mês

ARTUR RODRIGUES, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2012 | 03h02

No dia em que a Linha 4-Amarela do Metrô paulistano começou a ter serviço de telefonia celular dentro dos trens, o sinal telefônico ainda apresentava falhas. O Estado testou o serviço ontem à tarde e teve problemas para fazer ligações usando todas operadoras habilitadas até o momento (TIM, Oi e Vivo).

O trecho no qual a reportagem encontrou mais instabilidade de sinal foi no trajeto entre as Estações Paulista e Luz. O Estado tentou, sem sucesso, ligar para a assistente de Recursos Humanos Tamara Santos, de 24 anos, que usa a operadora TIM. Não havia serviço.

Apesar dos problemas na rede, alguns passageiros tiveram mais sorte e conseguiram conectar-se à rede de telefonia. Por volta das 14 horas, o administrador de empresas Bruno Donice, de 28 anos, checava os e-mails no smartphone. "É uma vantagem. Agora consigo ganhar tempo trabalhando dentro desse trecho do Metrô", conta.

O administrador já costumava usar a internet para trabalhar no trajeto diário entre as Estações Cidade Jardim, da Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), e Marechal Deodoro, da Linha 3-Vermelha do Metrô.

A técnica em telefonia Cristiane Ferreira da Silva, de 32 anos, diz que é um alívio não estar mais incomunicável ao entrar no metrô. "Tenho filhos em casa. Não posso ficar sem telefone, mesmo que seja por um espaço curto de tempo."

Por enquanto, na Linha 4-Amarela, o sinal só está disponível nas Estações Faria Lima, Paulista, República e Luz, um trecho de 7,2 quilômetros. Sem saber da limitação, alguns passageiros tentavam, em vão, fazer ligações nas outras estações. Até março, no entanto, a rede será estendida também para Pinheiros e Butantã, uma área de 1,8 quilômetro de extensão.

A Assessoria de Imprensa da ViaQuatro, empresa que administra a linha, informou que o sistema ainda está em fase de ajustes. Segundo a empresa, até o fim do mês o sinal deverá estar perfeito. Dentro desse prazo, o sistema também será habilitado para as operadoras Claro e Nextel. De acordo com a ViaQuatro, a rede já está preparada para receber a tecnologia 4G.

Outras linhas. O Metrô já possibilita o uso de telefones celulares nas áreas subterrâneas das demais linhas. A exceção fica para alguns trechos da Linha 2-Verde, entre Alto do Ipiranga e Vila Prudente. Segundo o Metrô, há acordo com empresas de telefonia para criar o sistema nessa área. No entanto, isso só será feito após o fim das obras de instalação de um novo sistema de controle de tráfego.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.