Celular era atirado para prisão com arco e flecha

CRIMINALIDADE

, O Estado de S.Paulo

02 de setembro de 2010 | 00h00

Um rapaz de 17 anos foi detido pela Brigada Militar quando usava arco e flechas para lançar celulares para dentro de uma penitenciária, na madrugada de ontem, em Charqueadas, região metropolitana de Porto Alegre. O infrator foi descoberto porque uma das flechas atingiu um PM que estava perto do presídio. O militar não ficou ferido. Segundo a polícia, o jovem teria recebido treinamento de uma quadrilha de Canoas, que pagava R$ 800 pelos lançamentos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.