CCJ aprova tráfico de pessoa como hediondo

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados aprovou ontem um projeto de lei que torna crime hediondo o tráfico internacional e interno de pessoas para fins de exploração sexual. Pelo texto, essas práticas se tornam crimes inafiançáveis. A proposta, de autoria do deputado licenciado Giroto (PR-MS), precisa ainda ser analisada pelo plenário da Câmara. Depois, ela segue para o Senado.

O Estado de S.Paulo

08 Maio 2014 | 07h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.