Casos de gripe suína crescem 62% na Bahia

A Secretaria de Saúde da Bahia emitiu alerta para médicos, hospitais e postos do Estado por causa do avanço da gripe suína, ou gripe A, transmitida pelo vírus H1N1. De janeiro e agosto deste ano, o número de casos aumentou 62% na comparação com o mesmo período de 2012.

Tiago Décimo / Salvador, O Estado de S.Paulo

22 de agosto de 2013 | 02h06

A Bahia registrou neste ano 46 casos da doença e 9 mortes - ante 16 registros em 2012 e nenhum óbito.

Segundo a secretaria, as temperaturas mais baixas registradas no inverno deste ano, na comparação com os anos anteriores, têm contribuído para a maior contaminação.

Na madrugada de ontem, por exemplo, a capital, Salvador, teve a temperatura mais baixa dos últimos três anos: 17,7ºC. Em Vitória da Conquista, no sul do Estado, os termômetros chegaram a 12,8ºC.

Vacinação. A Secretaria de Saúde da Bahia informou que a campanha de vacinação contra a gripe suína, realizada no primeiro semestre, imunizou 1,9 milhão de pessoas no Estado, atingindo a meta do programa. A distribuição da vacina nos postos de saúde, porém, continua para os integrantes dos chamados grupos de risco, que incluem grávidas, bebês de até 2 anos e pessoas com mais de 60 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.