Caso Mairiporã: 2 homens foram vistos em carro

Uma testemunha contou ontem à polícia ter visto o carro da dona de casa Geralda Lúcia Guabiraba, de 54 anos, encontrada morta no dia 14, em Mairiporã, na Grande São Paulo, sendo conduzido pela Estrada de Santa Inês por um "homem forte" que vestia uma camisa vermelha.

PRISCILA TRINDADE, O Estado de S.Paulo

21 de janeiro de 2012 | 03h03

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, a testemunha relatou também que havia outro homem no veículo. Os homens, porém, ainda não foram identificados.

Perícia preliminar foi realizada no computador de Geralda e mostrou que ela ou outra pessoa pesquisou informações sobre um veneno de rato, conhecido como chumbinho. A informação será usada na investigação.

O corpo da dona de casa foi achado na Pedra da Macumba, sem olhos e pele do rosto. A polícia diz acreditar que o crime tem relação com magia negra. Um especialista será ouvido pela delegada Cláudia Dálvia.

O médico-legista responsável pelo exame necroscópico disse que Geralda não esboçou qualquer reação antes de morrer e que o corte profundo no pescoço causou a morte. O laudo será divulgado na segunda-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.