Caso de professora faz diretor ser indiciado

ESTUPRO DE ALUNA

, O Estado de S.Paulo

04 de novembro de 2010 | 00h00

O diretor da escola em Realengo, zona oeste do Rio, onde trabalhava a professora Cristiane Teixeira Maciel Barreira, presa e acusada de manter relações com uma aluna de 13 anos, foi indiciado ontem por estupro de vulnerável e corrupção de menores. Celso Luiz Santos Gomes negou que soubesse do relacionamento, mas o delegado Angelo Lages diz que há registros em atas de reuniões - sobretudo das queixas da mãe da menina sobre o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.