Caso Amarildo: polícia prepara reconstituição

A Divisão de Homicídios vai realizar, na semana que vem, a reconstituição dos últimos momentos que antecederam o sumiço do pedreiro Amarildo de Souza, de 43 anos, na Favela da Rocinha, zona sul do Rio. Ontem, pelo segundo dia consecutivo, policiais da Unidade de Polícia Pacificadora da Rocinha foram interrogados na DH. Todos os PMs da UPP serão reinquiridos. O objetivo é comparar as declarações antes e depois da descoberta do trajeto da viatura da UPP que conduziu Amarildo de sua casa até a unidade, em 14 de julho. Ele está desaparecido desde então.

O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2013 | 02h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.