Caseiro acusado de estupro em Mairiporã é suspeito de outro crime

José Edilson de Oliveira, que confessou ter agredido uma menina e está preso em Cajamar, pode ter cometido outro estupro em Atibaia

Marilia Marasciulo, O Estado de S. paulo

07 de novembro de 2014 | 20h53

SÃO PAULO - A Polícia Civil de Mairiporã investiga outro caso de estupro que pode ter sido cometido pelo caseiro José Edilson de Oliveira, que confessou ter estuprado e jogado uma menina de 13 anos de uma ponte na madrugada de quarta-feira, 5. 

Segundo a delegada Luciana Santini, após a prisão e divulgação da imagem de Oliveira, uma mulher de Atibaia teria reconhecido o suspeito e entrado em contato com a delegacia local, que passou o caso à polícia de Mairiporã. Nesta segunda-feira, 10, a suposta vítima deve comparecer à delegacia de Mairiporã para reconhecer o suspeito.

José Edilson de Oliveira foi preso e transferido nesta sexta para o Centro de Detenção Provisória em Cajamar. De acordo com a delegada, a polícia vai esperar a adolescente se recuperar para marcar novo depoimento. 

Tudo o que sabemos sobre:
Estupro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.